Canto de Passarinho - Amor e Saudade

Canto de Passarinho

Escrito por Pr. Carlos Novaes | 3439
Canto de Passarinho

Outro dia ouvi um passarinho cantando as primeiras notas do Hino Nacional. O canto vinha de uma das varandas de um prédio. Só não sei que passarinho é, nem se o ensinaram a cantar o hino pátrio ou se o seu canto natural foi a inspiração do compositor. Sei apenas que ele cantava, mesmo preso. Cantava atrás das grades.

E isso trouxe-me à lembrança o lamento de Israel no cativeiro babilônico: “Aqueles que nos levaram cativos nos pediam canções; e os que nos atormentavam, que os alegrássemos, dizendo: Cantai-nos um dos cânticos de Sião” (Sl 137:3).

O dono da gaiola faz o mesmo: mantém o pássaro cativo para que cante e alegre a sua casa.

Boa lição ensina esse passarinho. Dorme e acorda no cativeiro, mas continua cantando, enquanto os israelitas preferiram pendurar as harpas.

Continua cantando porque sua voz rompe as fronteiras da prisão. Canta porque pode enxergar o horizonte. E o horizonte, meus amigos, é muito maior que qualquer gaiola.

Passarinho na gaiola não canta, lamenta. [Ditado Popular]

Comentários