Não percebi o mal que te fiz - Amor e Saudade

Não percebi o mal que te fiz

Escrito por Adriano Villa | 3218
Não percebi o mal que te fiz

Não escrevo para pedir desculpas
Acredito que algumas coisas
Não devem ser perdoadas para serem aprendidas
Eu vou suportar essas feridas

Pelo simples fato de não ter me dado conta
De estar lhe ferindo de alguma forma
E de todas as vezes que seu sorriso floresceu
E meu olhar, simplesmente esqueceu

De olhar e dizer o quanto eram belos
Perdoe-me, por todas as vezes que não disse
O que você sempre significou para mim
Querida, eu estava cego demais para enxergar

E eu, foi culpado por tudo, então, não se condene
Mas, não posso lhe perdoar, pois nada foi sua culpa
Então, quando as estrelas parecerem lágrimas
Se lembre que você lutou contra uma parede

Pois fechado em meu mundo não pude avistar
As maravilhas que haviam em seu olhar
E agora, depois de sua perdida, percebi
Que o melhor de mim, foi embora com você

E não quero mais de volta, pois tua tristeza
Ainda está estampada em minha alma
Como se tivesse sido escrita com ferro e fogo
E isso me coloca no meu devido lugar

Eu não percebi o mal que lhe fiz
E agora, que estou sob a escuridão
De um céu sem esperanças e brilho
Vou seguindo meu caminho sem ninguém

Justamente para riscos não correr
Te outro coração como o seu
Fazer sofrer, enquanto me ajuda a
Descobrir as maravilhas que é viver...

Comentários