Errei e Peço Perdão - Amor e Saudade

Errei e Peço Perdão

Escrito por Desconhecido | 7536
Errei e Peço Perdão

Amor,

Sei que meras palavras não servirão necessariamente como lenitivo neste momento em que, certamente, estarás sentindo mágoa de mim e, quiçá, desejarias nem ter me conhecido.

Errei. Errei, sim, como pode errar um ser humano fragilizado pelas contingências da vida...

Errei e peço perdão, vida minha.
Se o transtorno do arrependimento não é suficiente para quitar meu débito, imagina o quanto mais não estou sendo penalizado ante esse teu olhar magoado – o qual, espero e queira Deus, não venha a se transformar em indiferença. Antes me olhes com mágoa do que com indiferença... pois se a ira – a raiva – ainda significa algum tipo de sentimento, a indiferença consiste na lápide tumular dos corações humanos...

Errei e peço perdão...
Sabendo o quanto és nobre, o quanto de pureza e altruísmo tens na alma, minha esperança renasce, pois perdoar é um dom de nobreza espiritual.
Tenho consciência de os erros podem gerar uma crise, mas é nas crises que o espírito se fortifica... é num momento de crise que a gente mais tem a oportunidade de crescimento interior, de fortalecimento moral, produto do sofrimento e da reflexão...
Se minhas palavras são fúteis e vãs, insuficientes para reparar meu mal ou para justificar meu arrependimento, nesta hora de aflição, parafraseando os poetas, lembra-te de que...
“perdão foi feito pra gente pedir” e...
“eu te suplico não destruas tantas coisas que são tuas por um mal que já paguei...”

O amor tudo vence... e o mal que te causei não pode ser maior que nosso amor!
Superemos esta fase nefasta, amor de minha vida!
Olhemos para a frente, para o nosso amanhã... um novo dia surgirá, pleno de luz, uma luz fulgente que haverá de reacender a confiança em nossos corações.

Beijo-te como te amo,
Infinitamente.

Comentários