Fábula da Páscoa - Amor e Saudade

Fábula da Páscoa

Escrito por Fábulas e Contos | 771
Fábula da Páscoa


Vendo o coelhinho excitado e serelepe empurrando um carrinho de mão abarrotado de ovos de páscoa, a galinha não se contém:

- Não tem vergonha, não? – perguntou a galinha ao coelho.

- Vergonha de quê?

- De ficar tirando onda com esses ovos.

- Ih, vai começar? Todo ano é a mesma coisa…Só que eu tô muito ocupado, tô cheio de encomenda pra entregar até domingo. Não tenho tempo a perder contigo, não galinha. E não adianta ficar de ovo virado.

- Não me fale em ovo! Você não entende nada disso.

- Como não entendo? Pergunte a qualquer criança.

- Será que tu não vê que isso é caô da mídia? Esse papo de coelho distribuir ovo de chocolate é um absurdo! Você nem sabe como se produz um ovo.

- Bem, de chocolate, você também não fazer…

- Engraçadinho. Você acha maneiro ficar famoso com um troço que não tem nada ver com você?

- Qual é o seu problema, galinha? Você faz sucesso o ano inteiro com seus ovos.

- Sucesso? Você vê alguma criança vestida de galinha em algum feriado? Por acaso já viu alguém achar uma galinha fofinha? Os humanos são foda, não reconhecem o verdadeiro valor dos animais. Olha a minha situação e a da vaca: eu dou ovo, ela dá leite e ainda sacrificamos nossas vidas pra eles comerem carne. Sem proteína esse povo não vive, mas em vez de gratidão, somos desprezadas. E ainda somos sinônimos de piranha, de cachorra!

- Assim você está sendo preconceituosa com as bichinhas…

- Quem falou em bichinha? Por acaso citei o veado?

-Tá, galinha, o que você quer? Acabar com a Páscoa, é isso? Ou quer que as crianças se encham de ovo cozido pra ficar peidando o feriado inteiro?

-Chocolate demais faz mal, sabia? Mas você não tá nem aí. Quer fazer o seu sucessozinho e os pequenos que se lixem…

- Nossa, galinha, quanto rancor! Daqui a pouco vai dizer que oferecer ovos Garoto é incitação à pedofilia…

- Por que você não distribui cenouras? Não é você quem faz, mas pelo menos disso você entende…

- Você sabe que criança não come nada vegetal.

- É, tô vendo que não dá pra conversar com você, coelho. Teu negócio é esse: viciar as criancinhas com chocolate e ganhar uma fábula com isso.

- Ah, galinha, na boa, vai ciscar em outro terreiro!

Os dois saíram resmungando, cada qual pro seu canto.

Comentários