Amor e Saudade » Luto » Conforto

Conforto

Conforto

Se a tristeza tomou conta de você no dia de hoje, silencie.
Se pessoas falaram de ti e se te julgaram, silencie.
Se a magoa te faz chorar, silencie.
Saiba que Deus tudo vê, nada escapa de seus olhos.
Pois Ele conhece o coração dos maus e bons
Nada foge de seus olhos
Não queira revidar e nem discutir
Eu sei que dói, ainda mais quando são pessoas próximas de ti.
Não julgue e que atire a primeira pedra quem nunca errou
Às vezes também falamos dos outros e também julgamos
Deus é misericordioso e nos perdôa
Então é hora de liberar o perdão
Logo o esquecimento chegará
Não pense que escrevo somente para você
Eu também preciso destas palavras para me confortar
Todos nós estamos sujeitos a julgamentos, pois também julgamos.
Eu sei como dói, mas tudo tem o seu tempo.
O meu eu sei que é calar e perdoar
O tempo se encarrega de colocar tudo no lugar
Às vezes nem é preciso uma fofoca
A gente sente no ar e no jeito que nos olham
E como sempre digo nada está oculto que não seja revelado
Na hora certa as coisas se esclarecem
Também sinto vontade de chorar e me isolar
Mas há um Deus que combate por nós
Ele é justo e tudo sabe de nós
Ele conhece nosso coração e somente Ele pode julgar
No mais perdôo aqueles que me feriram
Não é fácil, mas aprendi que primeiro vem à ação depois a reação.
Primeiro o querer e depois Deus nos dá a graça do esquecimento
Tente você vai se surpreender
Um abraço fraterno e fique em paz
Eu por aqui vou pedindo a Deus que abêncõe aqueles que me magoaram
Logo essa dor vai passar e vou sorrir novamente

Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter

Autor: Desconhecido

Lido: 25559 vezes

Tags: conforto, abraço amigo,

CAPÍTULO 14 Quando a imagem do webcam foi totalmente carregada, tive a oportunidade de ver uma das garotas mais lindas da minha vida. Marina não e...

CAPÍTULO 13 O dia hoje não foi tão tranquilo quanto eu esperava. Meus pais, preocupados com a falta de grana para pagar as contas, discutiram dura...

CAPÍTULO 12 O técnico em informática chegava todos os dias, depois das 10h. Naquele dia, ele faria uma manutenção nos computadores da sala ao lado...

CAPÍTULO 11 - Tá aí...? Mal cheguei em casa e Bruno perguntava por mim. Quer dizer... pela Marina! - Cheguei agora! Pode falar... Bruno demorou ...

CAPÍTULO 10 - Me achou interessante... kkkk – Bruno debochou de mim... Senti-me envergonhada. Mudei de assunto para que ele não achasse uma idio...