Novela - Marina! Capitulo 9 - Amor e Saudade

Novela - Marina! Capitulo 9

Escrito por Diana Polizzo | 1337
Novela - Marina! Capitulo 9


CAPÍTULO 9

Marina Santos? Que mina é essa? – pensei. Aceitei a solicitação. Na certa, deve ser alguma garota com quem saí. Deixei o celular de lado, levantei e fechei a porta. Naquela hora, o sono era mais importante do que qualquer outra coisa...

Quando acordei, minha mãe estava ao lado, me chamando para o almoço. Eram quase 14h da tarde e não havia sobrado muita coisa na panela. Comi e, depois de alguns minutos senti a barriga roncando. Pensei em reclamar, mas, vi que a melhor coisa era ficar quieto: Se eu reclamasse, era capaz de alguém ir me mandar trabalhar.

Naquela hora, não havia ninguém na rua. O sol estava forte, e os amigos certamente estavam no trabalho. A única coisa que me restava era sentar no PC. Lembrei-me da mina que tinha me adicionado, e resolvi entrar em seu perfil para tentar me lembrar sobre quem poderia ser.

Antes de aceitar, resolvi buscar mais informações sobre a desconhecida. Morava no Rio de Janeiro, trabalhava em uma multinacional, estudou em uma escola aqui perto. Tinha dois amigos em comum e algumas fotos de paisagens e locais. Achei estranho, mas continuei a “investigação”. Muitos filmes de romance na lista de filmes vistos e, várias páginas curtidas. Percebi que gostava muito de rock, pelas diversas bandas que curtia também. Ainda sim, não consegui revelar o enigma. Aceitei a solicitação de amizade e enviei uma mensagem privada: “Me conhece de algum lugar?”.

Minimizei a página e resolvi jogar para passar o tempo. Por azar, o jogo demorou a carregar. Então, fui até o guarda roupa, e abri a primeira gaveta. Lá guardei alguns DVDs que o marido de minha irmã havia me dado. Nenhum despertava tanto interesse; mas elegi o que pareceu o mais legalzinho – um filme que falava sobre roubo de carros e crime organizado. Na mesma hora, um alerta sonoro saiu da caixa de som do PC: A desconhecida respondeu a minha mensagem. “Vi o seu perfil e te achei interessante...”.

Comentários