Novela - Marina! Capitulo 7 - Amor e Saudade

Novela - Marina! Capitulo 7

Escrito por Diana Polizzo | 1190
Novela - Marina! Capitulo 7


CAPÍTULO 7

Ao chegar em casa, me deparei, novamente, com mamãe esparramada no sofá assistindo sua novela. Fui para cozinha, joguei a bolsa em um canto qualquer e preparei um lanche. Cansada, me arrastei para o quarto com sanduíche e tudo. Larguei o prato na mesa do computador, ligando em seguida. Surpreendi-me com minha própria imagem refletida no espelho.
- “Por que vocês se preocupam tanto com a nossa aparência?” – pensei.
Os homens na sala de reuniões, alheios à minha presença, me incomodaram. Falavam de outras mulheres da empresa: De como eram horríveis por não serem magras, altas, terem cabelos lisos e rostinho jovem. Então me lembrei de Bruno, rodeado de garotas perfeitas. Será que Bruno pensava como eles?
Acessei novamente o seu perfil no Facebook e revi as fotos. Não tive dúvidas de que compartilhava o mesmo pensamento dos crianções da empresa. O encantamento inicial foi substituído, rapidamente por uma súbita raiva. Por que eu não sou como elas? Se eu, ao menos, fosse mais magra! Se meus cabelos fossem lisos talvez ele me olhasse de outra forma! Se eu fosse bonita, ele poderia, ao menos, trocar algumas palavras comigo...!
Desliguei o computador e fui dormir, deixando o sanduíche de lado. Na sala, um alto diálogo novelesco emitido da TV – mamãe ainda não tinha ido dormir. Peguei no sono rápido, apesar do barulho, e dormi profundamente. Acordei de madrugada, pensando ainda nas preferências de Bruno.
“Adoraria que ele sentisse a mesma coisa que eu sinto: Tristeza, por ser desprezada pela própria aparência!” Subitamente, me veio à mente uma ideia um tanto arriscada: Criar outro perfil, feminino, para me aproximar de Bruno, puxar conversa e conhece-lo melhor. Seria a única forma de saber quem ele é, sem correr o risco de levar um grande fora e ficar conhecida no bairro inteiro. Levantei da cama rapidamente e sentei em frente ao computador.

Comentários