Novela - Marina! Capitulo 4 - Amor e Saudade

Novela - Marina! Capitulo 4

Escrito por Diana Polizzo | 1233
Novela - Marina! Capitulo 4


CAPÍTULO 4

Então optei pela melhor forma possível de encontrar um indivíduo jovem: pelo Facebook. Entrei no site com minha conta de e-mail, indo direto na caixa de busca. Digitei o nome dele e surgiram diversos Brunos Camachos. A noite começava a cair, e eu ainda tinha que passar minha roupa do trabalho.
Passei quase trinta minutos averiguando um por um, e quando meus olhos já demostravam cansaço, parei. Certamente, ela havia bloqueado sua conta, impedindo que o localizassem através de buscas. Frustrada, levantei da escrivaninha, separei minha roupa e sai do quarto. Fui até a área de serviço, e mamãe, estava no sofá (como sempre) entretida com os programas de auditório dominicais. Subitamente, comecei a perceber que minha vida era um grande tédio. Depois de passar a roupa, fervi o leite e preparei um achocolatado, bem quentinho. Acompanhei mamãe em sua maior diversão – a TV, e então, fui para a cama. Antes de desligar o computador, resolvi fazer uma nova busca pelo Facebook.
Mudei o filtro de busca. Ao invés de “pessoas”, cliquei em “locais”, e digitei o nome do meu bairro. Surgiram oito resultados. Cliquei em cada perfil, todos com resultados negativos. Atentei-me para um dos perfis, cuja foto principal mostrava um garoto em um grande campo, cheio de pessoas. A foto mostrava o garoto de muito longe, sendo praticamente impossível ver o seu rosto. Não havia nenhuma informação à mais, a não ser o estado em que morava. Cliquei novamente na tal imagem, fazendo uma nova “varredura”. A foto de capa mostrava um ambiente praiano.
Li cada uma de suas postagens e, aos poucos, fui percebendo que, muitos que comentavam em cada publicação eram pessoas conhecidas do bairro. Não tive mais dúvidas: Aquele era o meu Bruno.

Comentários