Novela - Marina! Capitulo 13 - Amor e Saudade

Novela - Marina! Capitulo 13

Escrito por Diana Polizzo | 1041
Novela - Marina! Capitulo 13

CAPÍTULO 13

O dia hoje não foi tão tranquilo quanto eu esperava. Meus pais, preocupados com a falta de grana para pagar as contas, discutiram durante a tarde. E como eu já previa - o fato de eu não ter um emprego também foi pauta da discussão. Tentei me manter tranquilo e ignorar tudo o que era dito por eles, mas, infelizmente, tudo o que é dito na entrada de casa pode ser ouvido nos fundos, lá no quintal. Essa é a grande desvantagem em morar em casa pequena. Ouvi tudo dentro do meu quarto.
Senti-me um verdadeiro peso. E também, uma sensação de inercia. Meus desejos estavam longe e praticamente inalcançáveis: O emprego, a grana pra sair da casa dos pais, etc. Pela primeira vez eu sentia vergonha de minha condição.
Deitei na cama e dormi a maior parte do tempo. Acordei, depois de algumas horas, olhei as mensagens no celular e dormi de novo. Dessa vez até a madrugada. Quando acordei – pela segunda vez, estava sem sono. Parei para pensar em tudo o que estava acontecendo e, depois de alguns minutos, senti mais confuso e impotente ainda. Fui pro computador.
Naquela hora não havia nenhuma gata disponível para conversar. A maioria era fake, garotas que na certa eram verdadeiros monstros tentando se passar por gostosas. A cada dia que passava, eu ficava mais esperto quanto a isso. Ninguém conseguia me enganar. Fiquei online até uma hora da manhã, quando uma garota puxou conversa comigo. Era a tal da Marina Santos.
- Bruno, está aí?
O sono voltou, com maior intensidade. Mas como não haveria nada pra fazer no dia seguinte (como sempre), decidi deixar a conversa rolar. Sem vontade.
- Posso ligar a cam? – ela perguntou.
Fiquei animado. O sono foi embora como um encanto. Levantei da cadeira, ajeitei meu cabelo, tirei a camisa e liguei a minha câmera. A câmera dela ainda estava carregando. “Meu Deus, é hoje que vejo essa gata!” – pensei.

Comentários