Novela - Marina! Capitulo 11 - Amor e Saudade

Novela - Marina! Capitulo 11

Escrito por Diana Polizzo | 1329
Novela - Marina! Capitulo 11

CAPÍTULO 11

- Tá aí...?
Mal cheguei em casa e Bruno perguntava por mim. Quer dizer... pela Marina!
- Cheguei agora! Pode falar...
Bruno demorou a responder. Depois de alguns minutos, a resposta veio certeira:
- Liga a cam!
- O que? – não acreditei...!
- Liga a cam!
Fiquei assustada... Não soube o que dizer. Se eu ligasse a webcam, ele descobriria a minha identidade secreta.
- A cam...?
- Sim!
- Por quê? – Perguntei, ainda sem acreditar...
- Por que quero te ver...
- E porque precisa me ver???
Ele riu.
- Kkkkkk... Você é engraçada!
Passaram-se muitos minutos e ele não me respondeu mais. Tinha certeza que me excluiria dos seus contatos por não ter aceitado ligar a webcam. Espertamente, ele sabia como comprovar se estava teclando com uma pessoa real ou não. Tomei uma medida desesperada: Enviei o convite para a chamada de vídeo, sem antes desconectar o aparelho do cabo. Ele aceitou.
- Não vejo você...
- Não...?
- Não... Só me aparece uma tela toda verde!
- Estranho! – escrevi, falsamente. Consigo ver você sem problemas. Será que minha cam está com defeito?
- Deve ser. Conserta ela depois a gente conversa!
Bruno saiu do bate papo. Senti ódio e frustração, todos os sentimentos ruins ao mesmo tempo.
- Filho da p...! – gritei. Esse garoto me paga!
Puxei a tomada do computador com toda a raiva do mundo, sem mesmo desligar o CPU e o monitor. Deitei na cama, com vontade de chorar. “Que ódio!”. Já não tinha dúvidas sobre a futilidade e a superficialidade de Bruno. Ele só toparia conversar comigo se eu provasse que era uma garota loira, magra e bonita, segundo a cabeça de ervilha dele! “Isso não vai ficar assim...” – pensei. “Agora é questão de honra!”.

Comentários