Fim do carnaval - Amor e Saudade

Fim do carnaval

Escrito por Adriano Villa | 931
Fim do carnaval

Nossa canção parou de tocar
E assim não podemos dançar
O relógio traiçoeiro não deixou de correr
Daqui a pouco, vai amanhecer...

As luzes de nosso palco apagou
Olhando para trás, ainda dá para se lembrar
De quem ali brilhou, foi eu e você
Que por nossas vidas desfilou...

Nós cantamos durante dias o que sentimos
Algo forte batendo no peito como uma bateria
Chamando os foliões para suas correrias
Nós não marcamos bobeira e também não fugimos

Seguimos dançando, vivendo, amando e seguindo a canção
No ritmo do carnaval, nossos corações tocaram o céu
Como fogos de artificios iluminamos a noite escura
E caímos na brincadeira do sentimento em nossa companhia...

Mas infelizmente, já não estão desfilando na avenida
O feriado acabou, hora de voltar e a vida continuar
Quem sabe em algum outro lugar, podemos nos encontrar
Mas não sabemos, alguns dias nascem sem par

Não pense que estou festejando, que tudo foi tempo se perdendo
Pois não quero alimentar a esperança de ver você retornar
Então prefiro dizer para mim mesmo, que melhor saída não há
Mas claro, se você por aqui aparecer

Com certeza vou te convidar para entrar, te servir algo para beber
E quem sabe colocar uma música para a dança renascer
e algo novo renascer, logo na sequência do fim do carnaval
Onde algo que nasce para ser trivial, pode se tornar, essencial.

Comentários