Enxugue teu pranto - Amor e Saudade

Enxugue teu pranto

Escrito por Adriano Villa | 1732
Enxugue teu pranto

O momento passou
No segundo que aconteceu
Agora não tem como voltar
É preciso seguir adiante
Vamos, posso te ajudar
Neste momento tão delicado
Eu insisto em aqui estar
Para tentar curar seus machucados
Não vou prometer milagres
Você também precisa tentar
Querer continuar
Então, enxugue seu pranto
E tente na próxima acertar
Pois errar é tão humano
Quanto respirar
Não se sinta desprezível
Muito menos
Indigna de qualquer oportunidade
Isto não é verdade
E você precisa perder
Toda essa ingenuidade
Então, enxugue seu pranto
Nem todos somos perfeitos
Pra que desejar algo
Que não podemos alcançar
Estamos aprendendo
E por isso é normal errar
Mas, você precisa começar
A pensar antes de cometer
E de si mesma fazer sofrer
Agora, não há mais volta
O que está feito se torna ato
E o ato perpetrado se transforma em ação
E agora não adianta
O tempo não retornará não
Tudo que pode é olhar pra frente
E não ficar pelos cantos
Se lamentando se deveria ou não
Pois só descobrimos isso depois de fazer
Por isso, enxugue seu pranto
E continue seguindo por enquanto.

Comentários