Seu Cheiro

Escrito por Orlando Dardenne | 5271
Seu Cheiro

Seu cheiro é cativeiro.
Inexplicável, ele é doce.
Indecifrável, é suave.
Agradável, me fascina.
Invade todo o meu ser.
Domina o sentido, meu querer.
Entra, toma meu nariz.
Espalha-se como raiz.
Atinge meu cérebro como raio.
É como algo elétrico, dominando.
Um choque atrás da nuca.
Desce pela espinha, arrepiando.
Cresce, envolve de emoção.
Acelera o coração.
Tento controlar, entende-lo.
Saber o que é, defini-lo.
Vai pelas pernas, em sensação.
Ascende incontrolável desejo.
Eletrifica até, a sola de meu pé.
Faz-me queimar, arder em paixão.
Como a luz atrai o vaga-lume.
Melhor, que o melhor perfume.
Descobri finalmente o que é.
Mais que um canteiro de flores.
É cheiro de você.

Comentários