Que dure enquanto for eterno - Amor e Saudade

Que dure enquanto for eterno

Escrito por Adriano Villa | 1447
Que dure enquanto for eterno

Não quero ficar desejando o que não posso prever
Muito menos ficar com medo do simples viver
Vou esquecer que tudo isso pode mudar
Me concentrarei em cada instante aproveitar.

Mergulhar em sua boca toda vez como se fosse a última
Abraçar o seu corpo todo momento como se fosse me despedir
Desta maneira, se as coisas seguirem mais adiante
Nosso sentimento sempre será forte e constante

Por isso, colocarei meus pés no chão, sem palavras de dependência
Não somos metades de uma laranja, muito menos tampas de panelas
Não somos duas metades, somos dois inteiros em busca de um conjunto
Portanto, entre em minha existência, e faça parte de minha equação.

E que dure enquanto for eterno, pois cada instante
Deve ser vivido intensamente, nada pela metade
Portanto, me beije e me abrace, não por bondade
Mas sim com toda sua vontade

E os minutos que passam como feras em busca de suas vitimas
Trafegam entre nós sem levar as expectativas
Que os sonhos continuem decorando um céu com estranhos
Pois sonhos também pode ser chamados de planos

E sem planos, não temos um lugar para chegar
Não temos a visão de um lugar para ficar
E sem perspectivas de um amanhã
Não tem porque viver o agora...

Você é o meu agora, foi o meu ontem
E quero que seja o meu amanhã
Mas o amanhã é uma nova história
E tudo que posso prometer

É que neste instante irei te amar
Com toda minha alma, desejo e fogo
Claro que vou torcer para permanecer
Mas que seja eterno enquanto dure, ou até quando o sol deixar de nascer.

Comentários