Ninguem dá o braço a torcer - Amor e Saudade

Ninguem dá o braço a torcer

Escrito por Adriano Villa | 2088
Ninguem dá o braço a torcer

Nem eu e nem você
Quem está certo
Quem está errado
Quem sabe mais
E quem sabe menos
Você é a primeira
Não, eu sou
Quem é o início
e o fim
Meio não existe
Somos bons demais
para estarmos no meio
Eu não estou errado
A certeza me acompanha
Sei que te acompanha também
Mas isso parece um vai e vem
Quem está com a razão
Quem sente algo no coração
Quem perde a noção
Quem dará o braço a torcer
Engolir o orgulho vil
Que não traz nada de bom
Que aumenta o tom
E nos faz dissipar
Como fagulhas de esquecimento
que morrem, desaparecem
Com o fim do próximo firmamento
Quem começou não fui eu
nem foi você
talvez tenha sido o destino
Ou o acaso
É melhor culpar quem está de fora
Do que percebermos quem
foi o verdadeiro início desde aquela hora...

Comentários