Deixa-me Sonhar - Amor e Saudade

Deixa-me Sonhar

Escrito por José Geraldo Martinez | 2886
Deixa-me Sonhar

Deixa -me viver meus sonhos virtuais. Serei o mais belo dos homens! Mesmo que em mim abrigue o mais triste dos mortais... Deixa-me viver meus sonhos virtuais! Terei fadas sem rosto, mulheres de todos os tipos! Moças, velhas e donzelas... Viverei o amor infinito. Deixa-me viver meus sonhos virtuais... Quero meu cavalo branco! Com asas prá voar a qualquer canto. Deixa-me sonhar... sonhar... Serei o mais rico dos homens, terei o poder nas mãos! Comprarei pagando à vista a mais cara ilusão! Farei mulheres suspirarem. Sobre o mar viajarei. Construirei castelos de areia... dentro dele, serei rei. Terei mulheres e letras, de um teclado qualquer... E de uma, serei puro sonho, o maior dessa mulher! Quero estrelas da noite, quero banho de luar... Deixa, deixa-me sonhar! Mesmo que em mim abrigue o mais tristes dos mortais... Que do real, restou-me nada... Somente os sonhos virtuais! Quero planetas distantes, cometas passantes... O poder dos sonhos! Ser tudo e nada ao mesmo tempo... Ser um fio na tomada, um virtual sentimento. Serei como a alma, imortal, enquanto virtual for! Serei sempre chama a queimar o desamor... Legião de solitários, vinde a mim! Vendo sonhos sem erários e sem fins! Ninguém vai me ver chorar, nem sentir a minha dor... Deixa-me sonhar... sonhar... Atrás de um computador!

Comentários