Livre como o vento em uma tarde fria - Amor e Saudade

Livre como o vento em uma tarde fria

Escrito por Adriano Villa | 1310
Livre como o vento em uma tarde fria

Agora não há mais dor e nem medo
Apenas expectativas de algo bom
Que nasce para mudar nosso tom
Agora é o momento de velejar por mares calmos

Avistar montanhas perfeitas com seu olhar no meio
Um belo sol ou luar para se caminhar em sentido
E roubar um beijo há muito tempo prometido
Eis que chego de uma imensa caminhada

Onde o mundo me prometeu o que desejava
E meu desejo tem seu sabor, a cor de seu olhar
A profundidade necessária para inteiramente
Poder completamente mergulhar...

Chega de guerras e de desespero
Agora é o momento de sentar
Sob a sombra de sua escultura natural
E apreciar a sabedoria do mundo

Que me preparou para tal momento
Arando os campos do meu coração
Para este novo sentimento
E agora sei, que para algo dar certo

Dois lados são necessários, fique por perto
Pois sei que o meu dia será repleto de você
Esperei há muito tempo e agora
É tudo que sempre desejarei...

Comentários